domingo, 23 de dezembro de 2007

Comidinhas, parte 2: jantares que devem bombar

No dia 3 de dezembro, escrevi um texto falando das comidinhas que prometiam virar mania no verão carioca. Ficou faltando a parte 2, com minhas apostas para a hora do jantar. O Rio de Janeiro tem um circuito gastronômico muito rico; eu teria uma porção de lugares para recomendar aqui. Mas minha idéia não é fazer um mini-guia, e sim especular sobre quais restaurantes devem bombar entre o público gay. Afinal, nem todo mundo agüenta meter o pé na jaca nas festas por cinco dias seguidos; nas noites de trégua, um bom jantar com os amigos cai superbem - de preferência onde também se possa ver e ser visto. Mas onde ir para comer e badalar?

O mais novo candidato a jantar-com-fervo-do-verão-2008 é o Atlântico. Tony se empolgou e chamou a casa de "Spot al mare", em alusão ao restaurante mais badalado de São Paulo. Apesar de achar que quem cumpre o papel do Spot no Rio é o Sushi Leblon, tenho que concordar que o Atlântico anda bastante movimentado, com uma mistura barulhenta de casais, gringos e gays. Mas o cardápio não me convenceu. Tem bons petiscos do mar, como ostras, caldinhos e robatas, mas nenhum dos poucos pratos quentes realmente chamou minha atenção (o que pode ser mais sem-graça do que peito de frango recheado de copa com purê de batatas?). E as porções são ridículas, especialmente pelo preço cobrado. Eu diria que é um lugar muito bom para beber (os drinks são deliciosos e o lounge na parte da frente é perfeito para acompanhar o entra-e-sai), mas não para comer.

Meu jantar preferido foi por muitos anos o Bar d'Hôtel. O ambiente colorido e a vista para o mar continuam os mesmos, mas alguma coisa se perdeu - o lugar ainda lota cedo, mas o público está mais careta e a cozinha não tem mais o mesmo brilho da época em que era pílotada pela chef Danielle Dahoui. Hoje, meu contemporâneo favorito é o Zazá Bistrô. Que também é 100% gay friendly, mas tem um clima mais intimista. O lugar tem poucas mesas, luz baixa e os já clássicos almofadões no andar de cima. Serve pratos cada vez melhores, mas é mais adequado para ir a dois do que para ver e ser visto. Mais romântico que ele, só mesmo o Copa Café.

Outros lugares muito bons de comida, mas que deixam a desejar quando o assunto é fervo gay, são o Bazzar e o Miam Miam. O Bazzar tem um cardápio variado e bem executado, mas encaretou de vez - se fosse novela, seria o restaurante em que, digamos, Yoná Magalhães, Marieta Severo e Rosamaria Murtinho iriam jantar com os maridos. O Miam Miam ainda tem o seu hype e também é bem friendly, mas, até por estar localizado em Botafogo, atrai um público meio "Santa Teresa demais" para quem quer badalar.

O que fazer, então? A solução está no bom e velho Felice Caffè - antigo hit de Ipanema que, depois de alguns anos fechado por uma briga entre os sócios, voltou com tudo no mesmo sobradinho de sempre. Lá pelos idos de 2000/2001, o Felice fazia as vezes de "Ritz carioca": era onde todo mundo passava para jantar, tomar um drink e ver os amigos. Curiosamente, o tempo parece não ter passado para a casa: as mesas continuam ostensivamente gays, a brisa entra fresca pela varanda disputadíssima e o sorvete de iogurte com frutas silvestres ainda é a melhor pedida depois de um jantar leve e gostoso - o cardápio está ainda mais versátil, vai de atum grelhado na crosta de gergelim a penne com creme de leite, gorgonzola e tomates secos. Não tem como errar.

[Endereços. Atlântico: Av. Atlântica, 3008, Copacabana. Sushi Leblon: Rua Dias Ferreira, 256, Leblon. Bar d'Hôtel: Hotel Marina All Suites, Av. Delfim Moreira, 696, Leblon. Zazá Bistrô: Rua Joana Angélica, 40, Ipanema. Copa Café: Av. Atlântica, 3056, Copacabana. Miam Miam: Rua General Góis Monteiro, 34, Botafogo. Bazzar: Rua Barão da Torre, 538, Ipanema. Felice Caffè: Rua Gomes Carneiro, 30, Ipanema].

8 comentários:

uomini disse...

Querido Thi,
Acabei de ler os últimos cinco posts e acho que você encontrou a "medida de ouro" aqui no blog!
Sabe quando um texto é tão particular que não precisamos da assinatura para reconhecermos o autor? Enton... ;-)
SUPER BEIJO
SAUDADES
ATÉ QUARTA!
Cris

Thi Nery disse...

Nem preciso comentar mais nada depois do que ja foi comentado...

hotspot_fortaleza disse...

*.*.*.*.*.*.*.* FELIZ NATAL
*.*.*.*.*.*.*.* E UM PRÓSPERO
*.*.*.*.*.*.*.* ANO NOVO

HOTSPOT FORTALEZA
http://hotspotfortaleza.blogspot.com/
http://www.fotolog.com/hotspotfortaleza/

Gui disse...

Gatzo, o cardapio do Felicce continua o mesmo, com pouquissimas mudanças, nao?
Namorado e eu fomos na sexta. Tava zótimo e a bicharada toda por lá...

O Via Sete tambem é phopho, com hamburgueres e wraps delicinhas e um publico altamente gay.

Du disse...

Putz...

eu tava pensando em vir aki soh dar uma olhadinha pra ver sobre o q falava, e jah to perdido nos seus textos ha horas!

mto mto bom. parabens!

TONY GOES disse...

Ai minha Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, você ainda vai em restaurante para COMER?? Mas comida se tem em casa! kkkkk

Lembre-se que o cardápio do Atlântico é bem mais elaborado que o do Spot, que mudou tão pouco nos últimos 15 anos que mais parece escrito em caracteres cuneiformes.

Já fez a mala?

Clebs disse...

Eu AMO o Zazá!!! AMO!!!

O Mai Tai deles é perfeito!!! hehehehe

Lourinho disse...

Gostei da lista, mas falta o super cool BOOX na Barao da Torre em Ipanema!!!

http://www.boox.com.br/